A Verdadeira Felicidade – Os Pobres de Espírito

Mateus 5.1-3

 

Vamos começar hoje uma série de oito semanas aprendendo nas bem-aventuranças. Jesus indica um caminho para percorrermos na busca da verdadeira felicidade e a primeira “parada desta estrada” é a chamada a sermos pobres de espírito.

Jesus não está tratando de riqueza ou pobreza material. Na Bíblia temos pessoas muito ricas servindo e honrando a Deus (Abraão, Jó, Zaqueu, Lídia, entre outros) e muito pobres (a mulher samaritana, a viúva de Sarepta, Pedro e outros). A palavra usada por Jesus neste texto significa inclinar-se, abaixar, além de necessitado e carente. Jesus está falando de uma característica interior, quando diz pobres de espírito.

 

Pergunta 1 . O melhor significado para bem-aventurado é feliz. Qual a diferença entre felicidade e prazer/alegria de acordo com a visão bíblica?

 

Pergunta 2 . Como você melhor entende a expressão de Jesus “pobre ou humilde de Espírito”? Para ajudar na compreensão leia este versículo de Paulo: “Por isso mesmo alcancei misericórdia, para que em mim, o maior de todos os pecadores, Cristo Jesus demonstrasse toda a grandeza da sua paciência…” (1 Timóteo 1.16) e a declaração de CS Lewis : “Nenhum ser humano está livre do pecado do orgulho e da presunção”.

 

Pergunta 3 . Como podemos exercitar essa característica do caráter diante de Deus? Como nos tornarmos a cada dia um “pobre de espírito”?

 

Vamos reservar tempo para o 4º E (Evangelismo). Lembre-se que nestes minutos finais oramos por pessoas que precisam conhecer a Cristo.

 

Boa Reunião!