Ansiedade x Paciência

Texto: Tiago 5.7-12
Que tal começarmos a reunião ou a edificação exercendo nossa paciência? Deixe o celular desligado ou coloque todos empilhados na mesa para que ninguém esteja ansioso acessando a internet, mensagens ou jogos.
Você que estará fazendo a edificação certifique-se que tem o contato visual de todos presentes. Durante o momento da edificação é importante que você olhe para todas as pessoas, se posicione na cadeira de forma que não “exclua” ninguém, nem mesmo aquele que está ao seu lado. É muito comum, nos destrairmos e esquecermos de manter contato com algumas pessoas da célula. Essa comunicação não verbal (através da linguagem corporal) fará que mesmo pessoas tímidas sejam encorajadas a participarem.
O texto de Tiago traz como exemplo de paciência a história de Jó. Uma sugestão para iniciar a edificação de forma descontraida e envolvendo todos, explore o ditado popular “eu tenho uma paciência de Jó”. Alguém conhece? Já falou isso? Em qual situação?
Após ler o texto, explore as seguintes perguntas:
1- Qual a maior ansiedade que Tiago fala no texto?
2- Porque Tiago cita Jó como exemplo de paciência para os cristãos da época e para nós hoje?
3- Você se considera ansioso? Qual maior motivo da sua ansiedade hoje?
Através da fé cristã somos desafiados a romper com o ciclo de ansiedade que rege a nossa sociedade e o mundo colocando nossas vidas no total controle de DEUS. Encerrem a edificação com oração pedindo ao Espirito Santo que desenvolva em cada um a paciência de Jó, paciência na Fé, paciência nas relações humanas e paciência diante do sofrimento.
Sugestão de Evangelismo (4º E):
No culto cantamos uma música: “Ele vem pra te salvar, diga ao cansado, o teu Senhor virá, Ele vem pra te salvar”.
O desafio dessa semana para o evangelismo pode ser no momento da célula mesmo você ligar para algum amigo não cristão (ou afastado da igreja) e orar por essa pessoa. Utilizem os celulares uns dos outros, bonus, créditos.. vamos usar isso para a glória de Deus e alcançar os perdidos.