Materiais e Dicas

 

 

 

 

 

 

Roteiro de Célula | De 18 de fevereiro a 23 de fevereiro
Salmo 126

 

Sabemos que Deus é fiel para cumprir suas promessas (Jeremias 25.11). Ele fez isso com o povo hebreus 70 anos depois dessa profecia (Esdras 2.1). O povo que experimentou a dureza no cativeiro babilônico – por causa do seu pecado (Salmo 137; Jeremias 25.7-10), foi o mesmo povo que experimentou a restauração (Salmo 126.1). Quando confiamos e depositamos nossos sonhos ao Senhor, Ele faz com que voltemos, seja em lágrimas ou cântico de alegria, trazendo nossos feixes. Vamos lá! Você tem 40 minutos!

 

Observação
Pergunta 1 . A poesia hebraica é construída a partir do paralelismo, isto é, quando o escritor faz comparações, usa palavras repetidas ou próximas para expressar, reforçar ou ampliar um sentimento, uma verdade a respeito de Deus ou do homem. Observe no Salmo 126 e destaque os versos que mostram essa característica da poesia hebraica. Todos devem participar!

Interpretação
Pergunta 2 . Na sua opinião o que significa o verso 4? O que ele representava para o povo hebreu?

Prática
Pergunta 3 . No Salmo 126.1,5,6 diz que a restauração operada por Deus trouxe alegria e bênçãos ao povo e sua nação, e os deixaram como “quem sonha”. O que Deus fez ou está fazendo na sua vida que está te deixando como quem sonha? Compartilhe esta experiência e edifiquem-se uns aos outros com esta bênção!

 

Não se esqueça do 4º E (Evangelismo). Encerre orando pelos amigos e pelo Oikos. Lembre-se que a razão de existirem é porque “Deus os amou primeiro” (1 João 4.19) e que deseja mostrar seu amor através da vida da célula (testemunho) (1 João 4.14).

Uma ótima semana e uma reunião abençoada!

Imprimir

Em breve!

Em breve!

Em breve!